Edeson Coelho

De Janelapédia
Edição feita às 17h31min de 25 de dezembro de 2013 por Admin (Discussão | contribs)

(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Edeson Coelho
Edeson Ernesto Coelho nasceu em 31 de maio de 1929 em uma fazenda de café em São Paulo.

Estudou no Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, em Campinas e no Liceu Franco-Brasileiro, em São Paulo.

Começou profissionalmente como propagandista de laboratório até fazer um curso de propaganda na Associação Paulista de Propaganda (APP), que o levou para a McCann-Erickson de São Paulo, em 1947, com 18 anos, como revisor da redação.

A partir daí, Edeson transitou variadamente por anunciantes, agências e veículos.

Em agência, passou pelo escritório carioca da Arco-Artusi como redator, pela Dória e Associados, em São Paulo; pela Standard-SP, como diretor-geral (1968-1971); Lab; MPM; DPZ (em 1973 e depois novamente em 91, até 2001, sempre como Diretor Geral do Rio); Salles (1979 a 1982).

Em veículo, pela Rádio Globo como assistente de publicidade; pelo Reader's Digest, como gerente de circulação e promoções (1953); pelo Jornal do Brasil como diretor comercial; pela TV Tupi em São Paulo (onde criou o programa "O Céu é o Limite"); pela revista Senhor; pelo Correio da Manhã; pela Rede Globo; pela Time.

Em anunciante, foi do departamento de publicidade da loja de varejo Sears (1952-1953) e , diretor da Ford (1966-1968).

Foi um dos fundadores do IVC, o Instituto Verificador de Circulação.

De 1979 a 1981 foi presidente da ABP-Associação Brasileira de Propaganda.

Em 1993, recebeu o título de Publicitário do Ano tanto do XII Prêmio Colunistas Rio de Janeiro quanto da ABP, entidade que em 1986 já o havia distinguido com uma Homenagem Especial.

Edeson hoje está aposentado, curtindo Itaipava com sua mulher Norma Peixoto.